Dicas Rápidas

Segurança em dispositivos móveis – 10 passos para se proteger

1) Mantenha o seu sistema atualizado

Assim, você mitiga o risco de ataques às vulnerabilidades que possuam correções disponíveis, ou pelo menos, diminui a responsabilidade do usuário em caso de vazamento de informações.

2) Faça Backup da suas informações

Os dados podem ser recuperados em caso de comprometimento dos dispositivos, seja por dano, roubo, falha, entre outros.

3) Verifique as fontes confiáveis

Os marketplaces realizam validações sobre as APPs disponíveis, entretanto, não são infalíveis.
Por exemplo, em novembro de 2017 uma versão fake do WhatsApp foi baixada mais de 1 milhão de vezes.

​4) Utilize senha de bloqueio de tela

O bloqueio de tela é um recurso de segurança também utilizado em PCs a fim de minimizar o risco de acesso não autorizado.

5) Cuidado com exposição da sua tela

Uma pessoa ao lado ou por cima do ombro pode estar coletando informações de forma não autorizada, com o agravante da vítima sequer detectar.
Para minimizar este risco pode-se utilizar uma película de privacidade, por exemplo.

Além da tela, hoje são utilizadas trocas de mensagens por áudio, muitas vezes “tocadas” em modo viva-voz. Dessa forma, fica ainda mais fácil obter informações de quem está na conversa.

6) Antivírus

Este recurso sofre constantes atualizações e tem o objetivo de prevenir contra infecções por códigos maliciosos.

7) Atenção ao utilizar Wi-fi públicos

Os dados trafegados por estas redes podem ser monitorados e copiados. Além disso, a resolução de nomes pode estar comprometida, assim a navegação embora aparente estar com o destino certo, pode ser direcionada a um servidor fraudulento.

8) Configure adequadamente as notificações com tela bloqueada

As notificações podem prover informações para um atacante, mesmo sem que o smartphone seja desbloqueado.
Lembrando que qualquer informação coletada pode ser utilizada como base para um ataque de engenharia social, por exemplo, entre outros tipos.

9) Esteja consciente sobre as informações armazenadas

Você é responsável ou corresponsável por quaisquer informações armazenadas no seu smartphone, sejam pessoais ou recebidas de outras fontes.
Por exemplo, um material inapropriado ou uma informação de um paciente trocada por mensagens, tem o risco de exposição.

10) Habilite o recurso de bloqueio e limpeza remoto

As versões mais recentes do iOS e do Android possuem esse recurso nativamente, facilitando assim o seu uso.
Em casos extremos, é melhor causar uma “negação de serviço” do que a exposição de dados a entidades não autorizadas.

E-VAL Saúde

A E-VAL Saúde é uma empresa especializada em certificação digital, segurança da informação, com foco em assinatura digital, autenticação e proteção de dados, em especial para assinatura digital de prontuários eletrônicos do paciente, gerenciamento eletrônico de documentos e demais documentos de seu hospital, operadora, laboratório ou clínica. A E-VAL Saúde tem mais de 10 anos de experiência no mercado da saúde.

Fale conosco, os especialistas da E-VAL Saúde terão o maior prazer em atendê-los, contribuindo para o desenvolvimento dos seus projetos e a melhoria contínua da segurança do seu hospital, operadora, laboratório ou clínica.