Dicas Rápidas Proteção de Dados

Garanta a segurança de dados dos pacientes na saúde

A segurança da informação e dos dados na área da saúde é um aspecto essencial para obter qualidade nos atendimentos, além de reconhecimento do mercado – seja sua empresa um hospital, operadora, clínica de saúde ou laboratório. 

Cuidados com segurança após a LGPD

Com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), sancionada em agosto de 2018 e prevista para entrar em vigor esse ano ainda, os cuidados referentes à segurança de dados na saúde devem ser ampliados e reforçados.

Além da força da Lei, os avanços tecnológicos são parte da nossa realidade digital – não há como fugir desse contexto nos dias de hoje. Por isso, as instituições de saúde devem estar protegidas às possíveis ameaças e devem buscar serviços e sistemas de segurança de dados avançados na saúde que garantam a proteção de seus dados e cumpram com as normas e legislação do setor.

Com tantas informações importantes guardadas em ambientes virtuais, hoje é imperativo atualizar constantemente suas táticas de segurança online. A insegurança digital, além de causar prejuízos financeiros, também pode causar a quebra de confiança, especialmente em um setor tão delicado como é a área da saúde.

Dessa forma, confira algumas dicas para manter a proteção e segurança de dados em seu ambiente corporativo.

Dicas para a segurança de dados da sua empresa na área da saúde

1Mantenha seus softwares atualizados

Atualizar constantemente seus softwares pode parecer um custo alto, mas na verdade, esse é um investimento em segurança de dados essencial porque versões desatualizadas podem estar vulneráveis à instalação de programas maliciosos;

2 – Atenção ao servidores de e-mail

Tenha proteções extras configuradas para seu servidor de e-mails e, atenção: o ideal é transmitir o mínimo possível de dados sensíveis por e-mail – sejam internos ou externos;

3 – Treine pessoas

Muitas vezes investimentos em processos e ferramentas, mas esquecemos das pessoas. Portanto, para prevenir possíveis ataques por e-mail, por exemplo, é necessário oferecer treinamento adequado para os seus colaboradores e fornecedores. Dessa forma, eles ficam preparados para identificar links maliciosos e pedidos indevidos de envio de dados que podem comprometer a segurança de dados de todos. Aliás, o treinamento muitas vezes é o investimento mais barato e rápido que se pode fazer quando o assunto é cibersegurança;

4 – Proteja toda a sua infra

Atualmente não são apenas computadores e servidores que carregam informações importantes a respeito do seu negócio e pacientes. É importante proteger smartphones, tablets e qualquer aparelho que possa abrir brechas de segurança de dados;

5 – Use criptografia

Dados sensíveis como documentos importantes devem ser tratados com preocupação extra. Ao criptografar essas informações, os agentes externos não conseguem ler os dados mesmo que tenham conseguido chegar a eles;

6 – Use senhas fortes

Quando o assunto é segurança da informação, proteção nunca é demais. Instale antivírus, firewalls e antispam em todos os pontos necessários. Lembre-se também de criar senhas fortes que devem ser alteradas de tempos em tempos;

7 – Faça backups

Importante: tenha um plano de recuperação! E, claro, sempre faça backups das suas informações e dos dados. Assim, elas poderão ser recuperadas com mais facilidade; 

E-VAL Saúde, uma empresa do Grupo E-VAL

A E-VAL Saúde é uma empresa especializada em certificação digital, segurança da informação com foco em assinatura digital, autenticação e proteção de dados, em especial para assinatura digital de prontuários eletrônicos do paciente, gerenciamento eletrônico de documentos e demais documentos de seu hospital, operadora, laboratório ou clínica. A E-VAL Saúde tem mais de 10 anos de experiência no mercado da saúde. 

Fale conosco, os especialistas da E-VAL Saúde terão o maior prazer em atendê-los, contribuindo assim para o desenvolvimento dos seus projetos e a melhoria contínua da segurança do seu hospital, operadora, laboratório ou clínica

Até breve!